Nossas Redes Sociais
Notícias / Campo Limpo Paulista
Novos gestores da cidade são apresentados

Publicado em 31 de Janeiro de 2013 às 10h08     Texto: Prefeitura Municipal
 
Atenção: você está lendo uma notícia antiga de 31 de Janeiro de 2013

Na manhã da última quarta-feira, 23, o Secretário de Saúde de Campo Limpo Paulista, Antenor Gomes Gonçalves, e funcionários da Vigilância Sanitária e Educação participaram do evento de apresentação ao programa ‘Primeiríssima Infância’, que aconteceu em Jundiaí.

A cerimônia reuniu profissionais dos nove municípios participantes da região. O evento foi conduzido por representantes da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, responsável por estimular a incorporação de práticas profissionais adequadas à promoção do desenvolvimento infantil no atendimento às gestantes e crianças de 0 a 3 anos.

De acordo com o presidente da Fundação, Eduardo Queiroz, todos os municípios estão engajados e motivados a levar o projeto à diante na cidade, que teve início em abril de 2012. “Este projeto é fundamental, pois na idade do 0 aos 3 anos, é o momento em que a criança deve receber a base de ensino. Neste período também se forma a maior parte da estrutura cerebral de uma pessoa”. Eduardo ainda comenta que o programa auxilia no futuro do indivíduo, proporcionando menos índices de prisões e abandono quando estiver na vida adulta.

Monica Ota, responsável pelo programa em Campo Limpo Paulista, comenta sobre as ações que já foram implantadas na cidade, como a ‘Semana do Bebê’ nas creches, além de cursos de especialização em desenvolvimento infantil para os profissionais da área. “Temos um resultado muito satisfatório com o início do programa, e com certeza vamos avançar mais ainda, contribuindo com a melhoria do desenvolvimento de nossas crianças.”

A Fundação
A Fundação Maria Cecília do Souto Vidigal (FMCSV) foi criada em 1965 e, desde 2007, dedica-se à promoção de desenvolvimento ma primeira infância por meio da geração e disseminação do conhecimento. A FMCSV busca atuar sempre em parceria ou em rede, avaliando o impacto de seis projetos e sistematizando as experiências para que possam ser replicadas.

Por que primeira infância?
Descobertas da neurociência mostram que é durante a primeira infância que se forma a maior parte da estrutura cerebral da pessoa. Um beb ê estabelece, em média, 700 conexões cerebrais por segundo. Aos 12 meses, o bebê chega a ter o dobro de conexões cerebrais de uma pessoa adulta. Porém, elas desaparecem se não forem utilizadas e estimuladas.

Embora o bebê nasça com uma determinação genética para certos potenciais, as experiências durante os primeiros anos de vida, os relacionamentos e os cuidados influenciam esse desenvolvimento. É na primeira infância que a criança estabelece a arquitetura cerebral que lhe permitirá aprender, sentir, relacionar-se, comportar-se e desenvolver-se ao longo de toda a vida.


Mostre sua reação nesse assunto


Compartilhe

Leia Mais Notícias
Sistema Detecta instala câmeras de segurança em Cajamar
Publicado em 8 de Julho de 2020 às 23h21
Eleições 2020: Convocação de mesários será por e-mail
Publicado em 7 de Julho de 2020 às 01h15
Mais Notícias