Nossas Redes Sociais
Notícias / Jarinu
Chuva alivia a poeira nas ruas sem cuidados na cidade de Jarinu

Publicado em 7 de Janeiro de 2005 às 09h18     Texto: TerraNostra Jarinet
 
Atenção: você está lendo uma notícia antiga de 7 de Janeiro de 2005

Os jarinuenses mais observadores que andam pelas estradas de nossa zona rural já devem ter percebido que o “Apaga Pó”, marca registrada da atual Administração, já está mostrando que sua resistência às chuvas é muito pequena, e muitos trechos das estradas que receberam o serviço já apresentam enormes falhas de cobertura com a tendência de aumentar com o aumento da freqüência das chuvas.

O Apaga Pó, -uma fina camada de emulsão asfáltica espalhada diretamente sobre o solo compactado e coberta de pedriscos, e de exclusiva criação “made in jarinu”-, é aplicada manualmente e em muitos casos é tão fina (ou com falhas), que o solo do leito carroçável se encharca com as chuvas e aumenta de volume, fazendo com que o afloramento da terra antes compactada, acabe por forçar que a área em volta do buraco e aumente consideravelmente com o passar do trânsito sobre o local.

Notamos a degradação acentuada destes Apaga Pó em várias das estradas do município, e com isto questionamos a eficácia desta tão propalada invenção jarinuense, e gostaríamos de saber quais as providências que serão tomadas para corrigir ou definitivamente resolver o problema. Imaginamos que uma segunda cobertura poderia novamente impermeabilizar o solo e com isto evitar sua descompactação, ou talvez a simples cobertura dos buracos já causados pelas poucas chuvas que caíram.

Se com apenas algumas semanas de vida e um par de chuvas, a deterioração já foi tão acentuada, um pequeno exercício mental poderia nos dar uma idéia do que será o futuro destas estradas após uma temporada de chuvas de alguns meses, como é o verão que se aproxima.

Segundo nos foi relatado por um representante da Prefeitura, o fato é natural e esperado, e os lugares onde o solo aflorou serão definitivamente cobertos por uma segunda camada de reforço, da mesma maneira como foi feito nas ruas da Esplanada do Carmo.

Resta-nos saber se o dinheiro investido às pressas será compensador em termos de relação custo/benefício, principalmente pelo fato de a Prefeitura Municipal não estar com seu caixa tão abarrotado ao ponto de poder rapidamente repassar todas estas obras, em tempo antes que as chuvas de verão aumentem o estrago que já está ocorrendo, evitando com isto que a grande e importante obra desta Administração seja levada junto com as águas das próximas chuvas.


Mostre sua reação nesse assunto


Compartilhe

Leia Mais Notícias
Portal de entrada de Cajamar é entregue
Publicado em 3 de Julho de 2020 às 02h17
Agentes da Defesa Civil de Cajamar recebem novos uniformes
Publicado em 29 de Junho de 2020 às 04h04
Lotofácil dobra o número de sorteios semanais
Publicado em 24 de Junho de 2020 às 15h00
Mais Notícias