Nossas Redes Sociais
Notícias / Campo Limpo Paulista
Volta às aulas com direito a escola nova na Estância São Paulo

Publicado em 31 de Janeiro de 2011 às 14h08     Texto: Cajamar NET
 
Atenção: você está lendo uma notícia antiga de 31 de Janeiro de 2011

Com capacidade para atender 360 alunos, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Paulo Setúbal de Oliveira, construída no km 7, Estância São Paulo, é mais uma conquista para a população local e o quinto equipamento público voltado à educação entregue na administração do Dr. Armando Hashimoto. A nova escola será inaugurada no dia 7 de fevereiro, o primeiro dia letivo do ano e vai facilitar o acesso para alunos da região que contavam apenas com a Emef Bairro dos Pinheiros, no Pau Arcado.

O novo prédio conta com seis salas de aula, biblioteca, laboratório de informática e quadra poliesportiva. Na unidade, serão atendidos alunos da Educação Infantil até a 8ª série do Ensino Fundamental.

Esta nova escola amplia a rede municipal para 29 unidades sendo, seis creches e 23 escolas de Ensino Fundamental e Educação Infantil. A estrutura atende mais de 11 mil alunos e envolve centenas de servidores municipais. São mais de 600 profissionais de educação, além de mais de 250 pessoas entre assistentes administrativos, faxineiros, inspetores de alunos, merendeiras e motoristas.

Kit escolar

Este ano, os kits escolares serão entregues já no primeiro mês de aula. Os kits são elaborados de acordo com as necessidades de cada segmento. Entre os itens distribuídos estão: apontador, borracha, caderno brochura, cola líquida branca, conjuntos de lápis de cor, caneta hidrográfica, giz de cera e massa de modelar, tinta guache, lápis grafite, pincel, tesoura escolar, pacote de sulfite A4, estojo escolar, entre outros. Todos os alunos também recebem uma mochila escolar, exceto os alunos do EJA que recebem uma pasta.

A Prefeitura faz a entrega anual dos materiais escolares como forma de auxiliar o orçamento doméstico das famílias. “É uma medida que contribui, e muito, com o orçamento de algumas famílias que, sem esse apoio, teriam dificuldades para comprar todos os materiais”, pondera Alessandra Agostinho, diretora de Educação.

Capacitação

Além dos investimentos para garantir o bom funcionamento da estrutura educacional, a Secretaria Municipal de Educação (SME) mantém outros projetos com o objetivo de manter a qualidade do ensino. Para tanto, uma equipe multidisciplinar de profissionais atua na Oficina Pedagógica com o objetivo de dar todo o suporte necessário para professores, coordenadores e gestores.

O trabalho da Oficina garante, por exemplo, que cada unidade escolar tenha o acompanhamento de um psicopedagogo para atender os alunos com dificuldade de aprendizagem na própria escola. “Com isso, os alunos não precisam se deslocar até o centro da cidade para que seja feito um diagnóstico de sua dificuldade”, comenta Alessandra.

O trabalho dos Assistentes Técnicos Pedagógicos (ATP’s) nas áreas de Matemática, Português, História, Geografia, Educação Física, Alfabetização e Artes também é um diferencial da educação no município. “Contamos com profissionais especializados nestas áreas que, semanalmente, estão reunidos com professores da rede para a troca de experiências e a busca por resolver alguma dificuldade em sala de aula”, explica a secretária de Educação, Renata Basso.

Programas

O Ponto de Apoio, idealizado pelo prefeito Armando Hashimoto, veio para atender as necessidades específicas dos alunos, para que melhorem o rendimento e consigam desenvolver seu potencial. O programa foi desenvolvido considerando que “cada um tem suas peculiaridades e existe a necessidade de intervenção quando algum fator inibe o aprendizado do aluno”, ressalta o prefeito. No ano passado, 216 alunos participaram do programa. Para este ano, 120 alunos já estão inscritos.

Em 2010, a SME assinou convênio com o governo do Estado para implantar o Projeto Intensivo no Ciclo I (PIC) que atendeu 369 alunos. O projeto é aplicado com alunos de 3ª série/4º ano, 4ª série/5ºano e tem o objetivo de garantir o prosseguimento deles com o desenvolvimento adequado das habilidades de leitura e escrita.

Para tanto, são criadas turmas com número reduzido de alunos, que desenvolvem um currículo adaptado às suas necessidades. De acordo com a coordenadora de Ensino Fundamental, Adriana Gallani Xavier, 80% dos alunos tiveram aproveitamento que permitiu o avanço para as séries seguintes.

Sistema Apostilado
O Sistema Apostilado, adotado pelo município em 2009, foi ampliado e, agora, todo o Ensino Fundamental será atendido. Com isso, o número de beneficiados salta de 2 para 7 mil alunos.

De acordo com o dr. Armando, o sistema apostilado é mais uma ferramenta que contribui com o programa educacional da Administração Municipal que defende o conceito de que a Educação é a única ferramenta de mobilidade social que existe. “Eu acredito nisso e todos os investimentos que proponho para a Educação visam colocar em prática este pensamento”, afirma.

Iniciação musical

A partir de agosto deste ano, o Governo Federal determinou que todas as escolas de educação básica devem incluir na grade curricular o ensino da música na educação básica. Campo Limpo Paulista saiu na frente e iniciou o processo de implantação da música na rede municipal no ano passado com o desenvolvimento de um projeto piloto na Emef Ver. José de Souza Charrua, em Botujuru.

Agora, a Secretaria de Educação está preparada para oferecer as aulas de iniciação musical para toda a rede. No início deste semestre, os alunos do 1º ao 4º ano terão atividades práticas e lúdicas nas aulas de Artes. A rede municipal conta com 22 professores de Artes que vão participar de diversas oficinas para ampliar a educação musical na cidade. Teka esclarece, ainda, que a iniciação musical amplia o conhecimento dos alunos. Segundo a professora, as crianças aprendem a observar desde o silêncio, até os pequenos ruídos e sons do corpo humano.

A professora Teka Maris, que desenvolveu o projeto piloto no ano passado, ressalta que a música contribui para o desenvolvimento da capacidade auditiva, melhora a memória, aumenta o nível de atenção e concentração, amplia o vocabulário, aumenta a habilidade para o aprendizado de matemática básica e leitura, entre outros benefícios.


Mostre sua reação nesse assunto


Compartilhe

Leia Mais Notícias
Sistema Detecta instala câmeras de segurança em Cajamar
Publicado em 8 de Julho de 2020 às 23h21
Eleições 2020: Convocação de mesários será por e-mail
Publicado em 7 de Julho de 2020 às 01h15
Mais Notícias